segunda-feira, 1 de março de 2010

ÉS A FLORESTA EM QUE GOSTO DE PERDER-ME


Nos dias em que a minha alma, triste e nua
Vagueia sem destino ou rumo certo
És um enorme e envolvente mar de afecto
Que me inunda
Me abraça
Me apazigua.
És a floresta em que gosto de perder-me
Para entre o arvoredo
Te encontrar
Gosto de pensar que não te descobri
Pelo prazer de te poder
Reencontrar
Neste descanso do cansaço
Que não se cansa de ti.

Gil Moura

21 comentários:

  1. Jamais cansa o cansaço de re.encontrar o Amor. Lindo!
    Para você, Gil!

    *AMOR BANDIDO

    Edu Lobo/Chico Buarque

    Mesmo que os cantores sejam falsos como eu

    Serão bonitas, não importa

    São bonitas as canções

    Mesmo miseráveis os poetas

    Os seus versos serão bons

    Mesmo porque as notas eram surdas

    Quando um deus sonso e ladrão

    Fez das tripas a primeira lira

    Que animou todos os sons

    E daí nasceram as baladas

    E os arroubos de bandidos como eu

    Cantando assim:

    Você nasceu para mim

    Você nasceu para mim

    Mesmo que você feche os ouvidos

    E as janelas do vestido

    Minha musa vai cair em tentação

    Mesmo porque estou falando grego

    Com sua imaginação

    Mesmo que você fuja de mim

    Por labirintos e alçapões

    Saiba que os poetas como os cegos

    Podem ver na escuridão

    E eis que, menos sábios do que antes

    Os seus lábios ofegantes

    Hão de se entregar assim:

    Me leve até o fim

    Me leve até o fim

    Mesmo que os romances sejam falsos como o nosso

    São bonitas, não importa

    São bonitas as canções

    Mesmo sendo errados os amantes

    Seus amores serão bons
    Título original: Choro Bandido/Mudado pela Renata*

    Muito obrigada
    Beijos
    Boa Semana
    Renata

    ResponderEliminar
  2. Meu querido Mário
    Lindo poema, perder e encontrar...
    Mas por vezes, quando perdemos, já não queremos encontar.
    Adorei o poema.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela visita Gil. Lindo Poema.
    Boa semana pra você também.

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Olá, Gil!

    Obrigada pelas visitas e pelo carinho de sempre!

    Belo teu poema, meu amigo! Um pouco nostálgico como é característico dos poetas, mas com a esperança do reencontro!

    Desejo uma semana feliz,

    Neli

    ResponderEliminar
  5. Olá Mário, lindo poema de amor, com alguma nostalgia. Obrigado pelo carinho. Beijo

    ResponderEliminar
  6. Agradeço as tuas visitas.
    Belo poema.
    Desejo-te igualmente uma boa semana.

    ResponderEliminar
  7. Olá amigo Gil.
    Não há local melhor para alguem se perder e (re)encontrar...muito bonito.
    Beijo com...Arrepio na pele

    ResponderEliminar
  8. Adoro essa ternura
    dos seus poemas
    beijo Xan

    ResponderEliminar
  9. Amar não cansa... :).


    Um beijo para a tua noite, querido Mário.

    ResponderEliminar
  10. Como sempre a beleza feita poema. Sempre presente o teu grande amor.

    Desculpa a ausência

    Uma boa semana

    bjito da gota

    ResponderEliminar
  11. QUERIDO MÁRIO, MAIS UM BELO POEMA QUE ME AQUECE O CORAÇÃO...!
    ADORO-TE AMIGO... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  12. Um belo poema, num estilo que eu gosto.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  13. Ei Mário,
    Lindo poema de amor...um amor de encontros/desencontros/reencontros, repleto de expectativas.


    Deixo um beijinho e o desejo de uma semana repleta de alegrias pra vc!

    ResponderEliminar
  14. convite para a seguir a história de Alice
    lá no ...continuando assim...


    bj
    Teresa

    ResponderEliminar
  15. Eu adoro estar aqui...
    Mergulhar nas profundezas desse mar de sentimento e depois flutuar nas asas da mais pura inspiração.
    Continue Poeta... A cada dia o admiro mais!

    Um beijo carinhoso

    ResponderEliminar
  16. Querido Gil,

    Começo por pedir desculpa pela minha ausência... mas, foram dias
    extremamente dificieis para mim e sempre com os nervos à flor da pele.

    Heis-me aqui novamente para visitar,ler e deliciar-me com tua bela a criatividade.

    Beijos.

    Maria Valadas

    ResponderEliminar
  17. Realmente estas são palavras que falam...

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  18. Lindo isso
    beijos
    http://laislabonitta.blogspot.com/

    ResponderEliminar