terça-feira, 5 de janeiro de 2010

SENTES MEU AMOR?


Sentes meu amor?
O perfume no ar
Que o nosso amor deixou?

Sentes meu amor?
O cheiro da ternura
Que em nós ficou?

Sentes meu amor?
O cheiro da paixão
Em nosso redor?

Sentes meu amor?
O calor no ar
Que dentro de nós
Tem tanto fervor
E nos faz vibrar

Sentes meu amor, sentes?

Gil Moura


6 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  3. O amor que se sente em cada palavra. Lindo, sempre.


    Um beijo, querido Gil.

    ResponderEliminar
  4. OLÁ QUERIDO GIL, QUE DIZER DE TÃO BELO POEMA... ONDE A PAIXÃO, O AMOR, A SENSUALIDADE... DEIXARAM-ME PREZA ÁS TUAS BELAS E EMOCIONANTAS PALAVRAS... VIVE MEU AMIGO, APROVEITA BEM O AMOR E A PAIXÃO...!
    ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar